Notícias

Conmebol prepara canetaço que vai dar dois títulos continentais para o Galo

A Conmebol discute internamente desde 2022 a unificação dos títulos da Copa Conmebol e Copa Sul-Americana. O Atlético-MG chegou a fazer um pedido formal no ano passado, para que houvesse este reconhecimento, assim como a CBF vem fazendo com o Campeonato Brasileiro e como a FIFA fez com o Mundial de Clubes. O Galo está de olho na decisão.

De fato, o caso andou pouco no último ano, mas poderá ser resolvido em breve. No Brasil, o time mineiro venceu a competição em 1992 e 1997, o Botafogo ganhou em 1993, o São Paulo levantou a taça em 1994 e o Santos foi campeão em 1997. Com a unificação, Galo, São Paulo e Athletico-PR passariam a ser conhecidos como bicampeões da Sul-Americana, o Tricolor ganhou o torneio mais moderno em 2012 e o Furacão duas vezes, em 2018 e 2021.

Em 2022, a Conmebol reuniu os classificados para as oitavas de finais da Libertadores e realizou uma votação. River Plate, Vélez Sarsfield, Atlético-MG, Talleres, Colón, Boca Juniors, Athletico-PR, Libertad, Fortaleza e Estudieantes votaram a favor. Mas, Corinthians, Flamengo e Palmeiras foram contra. Enquanto Emelec, Cerro Porteño e Tolima se abstiveram.

A tendência é que novos capítulos sejam escritos nos próximos meses. Essa unificação ajudará a valorizar a Copa Sul-Americana, passando a ser um torneio com um passado maior, que remonta aos anos 90. Enquanto isso, existe desejo também de que as antigas Copa Mercosul e Copa Merconorte sejam reconhecidas do mesmo modo.

Redação do Galo

A Redação do Galo está sempre ligado no que acontece com o Atlético-MG.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo