Notícias

Atlético e Cruzeiro são condenados no STJD por polêmicas no clássico

O Atlético-MG e o rival Cruzeiro foram punidos pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), nesta sexta-feira (10), pelos vários incidentes registrados na partida disputada na Arena MRV, em Belo Horizonte. O jogo do dia 22 de outubro, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro, terminou com vitória da Raposa e acabou marcado por uma série de polêmicas para além das quatro linhas.

O Atlético foi julgado em três artigos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) e um do Regulamento Geral de Competições da Confederação Brasileira de Futebol (RGC/CBF). Já o Cruzeiro respondeu por um do CBJD.

De acordo com o julgamento do STJD, o Galo recebeu uma punição pelos copos atirados no campo, por retirar portas dos banheiros masculino e feminino do setor visitante, pelos problemas durante a entrevista coletiva do técnico Zé Ricardo, do Cruzeiro, e pela invasão do campo por parte de um torcedor atleticano.

O Cruzeiro foi condenado pelo vandalismo por parte de seus torcedores na Arena MRV, por cadeiras quebradas na arquibancada e outros danos na Arena MRV.

As punições do Atlético-MG

As torcidas de Atlético-MG e Cruzeiro utilizaram sinalizadores dentro do estádio, o que não é permitido pelo regulamento. Contudo, os dois clubes foram absolvidos por esse ato. Gustavo Caputo, relator do caso, aceitou a denúncia contra o Atlético pelos episódios de copos arremessados no gramado e aplicou multa de R$ 5 mil.

O Galo também foi condenado a pagar R$ 75 mil por causa dos banheiros sem portas no setor visitante e o tapume na torcida do Cruzeiro, que gerou pontos cegos no estádio. A auditora Alessandra Paiva votou por R$ 5 mil de multa, enquanto Gabriel Maffei votou por R$ 75 mil. Ele acabou acompanhado pelos demais ao fim da votação.

O Atlético foi punido em R$ 2 mil pelos problemas na sala de coletiva de imprensa (microfones foram desligados) e condenado em R$ 1 mil pela invasão do torcedor antes do fim do jogo.

Victor Duarte

Meu nome é Victor Duarte e sou jornalista formado pela PUC-Rio. Tenho experiência de quase 10 anos no ramo de produção de conteúdo, social media, assessoria de imprensa e jornalismo. Também tenho passagens por alguns veículos de comunicação, como TNT Sports e jornal 'O Dia'.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo